Buscar
  • Tata

Legalizar documentos escolares - Ministério de Educação Argentino


Decidir estudar fora do país implica tempo, conhecimento e esclarecimentos sobre todos os trâmites. São passos que seguimos, quando queremos estar em outro lugar, em outra instituição.

Sabemos que, além de organizar as malas e a mente, temos que organizar os documentos e, conhecer todo o processo burocrático de outro país, não é tão simples.

Uma parte importante do processo de ingresso a universidade argentina, seja ela pública ou particular, é a legalização dos documentos escolares.

Por que temos que fazer esse processo? Pois bem, eu explico!

Cada país, de forma individual, determina a matriz curricular do ensino médio que será praticada por todas as escolas. Essas matrizes, nem sempre, são parecidas, no que se refere ao conteúdo com os países vizinhos, ou até mesmo, continentes vizinhos.

Por esse motivo, ao concluir os estudos em seu país, ele tem validade somente no território que elaborou essa diretriz curricular, ou seja, em território nacional.

Para que a Argentina possa analisar e responder, positivamente, quanto ao que você estudou, precisamos legalizar/convalidar esses documentos no Ministério de Educação argentino (famoso MEA). Fazer esse processo significa, basicamente, ter os documentos revisados pelo Ministério de Educação argentino e receber um “ok”. A Argentina reconhece que o que você estudou se parece com o que eles ensinam aos estudantes, aqui, e você não precisa estudar mais nada para complementar. Basta seguir para a universidade.

Esse processo de legalização, demora de 2 a 3 meses e é feito somente na Argentina (não se faz no consulado, embaixada ou qualquer outro representante legal argentino). E basta ter os documentos originais, xerox e RG ou passaporte originais. Vou detalhar isso nos próximos posts, assim fica mais fácil organizar tudo.


É sempre bom lembrar que você não precisa viajar antes para legalizar os documentos no Ministerio de Educação, nesse caso, estou falando de nossa agencia (www.exito-assessoria.com). Como somos registrados legalmente no Ministério de Educação, nós representamos você. Basta você nos enviar os documentos, que vamos revisar direitinho para que tudo seja enviado da forma correta, e nós fazemos todo o processo. Isso economiza bastante dinheiro e tempo, garante que você terá os documentos no tempo correto e te possibilita viajar somente próximo a data de início das aulas.

Já escutei, algumas vezes, que você, como estudante, deve viajar para fazer esse processo de legalização. Isso não é verdade! Se a empresa for, realmente, legalizada no Ministério de educação ela tem permissão SIM e, por uma questão ética, de preocupação com o processo legal de estudante, deve representar, sim. Não acredite em coisas absurdas que fazem você gastar muito dinheiro por um problema claro de gestão de algumas empresas.

Desculpa ser tão direta, mas isso ainda não cabe em meu entendimento como pessoa, esse desserviço ae estudante! Fique bastante atente!

Dito, tudo isso, nos próximos posts, explico direitinho quais os documentos e como eles devem estar para que possamos legalizar/convalidar no Ministério de Educação argentino.

Hábraços!


10 visualizações
  • Instagram
  • PodCast Spotify
  • Twitter
  • Facebook
google-site-verification=NQmrVxWpeXeQCdFDOPQ-0PuvGsncLo4s9ggkNCAGxnk